Confira a nossa análise sobre a retomada do turismo



Estamos vivendo um momento único na nossa história recente. Um momento que forçou a mudança em muitos aspectos das nossas vidas, sendo um destes a restrição da mobilidade.


A liberdade que tínhamos até então de adquirir uma viagem para qualquer lugar do mundo, com algumas poucas exceções, não existe mais, pelo menos por mais alguns meses ainda. Mas mesmo assim, isso não tem nos impedido de sonhar e planejar. Muito pelo contrário, neste confinamento que vivemos a vontade de viajar de nós brasileiros aumentou ainda mais, segundo pesquisa feita pela hoteis.com.


Após alguns meses desde o início da pandemia de Coronavírus, aos poucos o turismo renasce no país. A tendência observada neste momento é da retomada das viagens locais, ou seja, viagens de carro para destinos próximos da sua casa. Aqui em Minas Gerais por exemplo, a busca tem sido principalmente por hotéis fazenda ou opções localizadas em meio a natureza, seja para passar um final de semana, ou ficar um pouco mais tempo, entre 3 e 4 diárias em média.


Acreditamos que em breve, logo após esse momento de início de retomada, será a vez do renascimento do turismo a nível nacional. A grande maioria dos hotéis pretendem retomar suas atividades até o mês de setembro, segundo levantamento feito pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis - ABIH Nacional. Os parques e atrações turísticas seguem a mesma tendência. O início da queda diária no Brasil de novos casos de coronavírus tem levado um maior otimismo no geral para que isso ocorra de fato. Porém, é previsto que a maior demanda será por lugares onde há um contato maior com a natureza e menor aglomeração de pessoas.


Jericoacoara

Já o renascimento do turismo a nível internacional segue ainda com muitas incertezas. Ainda não há um consenso sobre quando ocorrerá, até mesmo pelo fato de cada país estar adotando medidas e prazos diferentes no enfrentamento a pandemia. Acreditamos que novos procedimentos e exigências de embarque serão mundialmente padronizados após o fim da pandemia, como a exigência de um certificado internacional de vacina contra a Covid-19 ou até mesmo, caso a vacina não chegue no momento esperado, a liberação da entrada de turistas em todos os países com a exigência do teste PCR feito até 72 horas antes do primeiro voo internacional, bem como a exigência de um seguro que cubra despesas médicas e custos de quarentena, caso o turista for diagnosticado com Covid-19 durante sua viagem. Além destas exigências, diversos procedimentos de segurança, higiene e de distanciamento adotados durante a pandemia poderão se tornar padrões nos aeroportos e atrações turísticas.


Aeroporto de Frankfurt

Diante da análise destes cenários, concluímos que aquele normal das viagens que vivíamos antes da pandemia muito dificilmente voltará, mas isso não significa que os dias poderão ser piores. Apenas o mundo, e consequentemente o modo de viajar e ser turista certamente será bem diferente.



64 visualizações

Receba nossas novidades por e-mail

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

© 2019 Todos os direitos reservados