E você, já pensou em tirar os seus sonhos do papel?

Atualizado: Abr 23


Blue Lagoon, Islândia (2019)

Um dos meus maiores sonhos é poder conhecer o mundo inteiro, principalmente lugares não muito populares e com localizações geograficamente remotas. Sonho um dia em poder fazer um cruzeiro pela Antártida, conhecer a Polinésia Francesa, Ilha de Páscoa, as Malvinas (Falkland), Seicheles, Groenlândia, Svalbard, Ilhas Faroe, entre diversos outros locais que dão uma verdadeira sensação de estar longe de casa.


A vida é muito curta. E não somente ela, mas os recursos também são limitados para a grande maioria de nós. É por isso que devemos buscar sempre um equilíbrio em tudo. Sabemos que nem todos os nossos sonhos poderão se concretizar, mas nem por isso devemos deixar de sonhar. Algo tem que sair do papel. E é justamente isso que busco fazer ano após ano.


Até os meus 23 anos de idade (2011), todas as viagens que fiz foram para lugares no sul da Bahia, Espirito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Desde o início da minha adolescência eu sonhava em conhecer Curitiba, mas não o havia feito. Viajar era um desafio e tanto para mim. Eu era um estudante de Turismo que quase nunca viajava.


Mas um dia esse cenário começou a mudar. No final de 2011 tive a oportunidade de fazer a minha primeira viagem de avião. Foi para Guarulhos a trabalho. Me lembro perfeitamente do frio na barriga antes de voar e da sensação estranha de estar lá no alto. Ocasionalmente surgia uma nova oportunidade de viagem, todas a trabalho. Basicamente de BH para Guarulhos, São Paulo ou Brasília. Mas eu amava muito tudo aquilo. Era um verdadeiro auge para quem era um simples estagiário do setor de viagens de uma empresa de engenharia.


Minha primeira viagem de avião (2011)

O período de estágio naquela empresa durou apenas seis meses e poucas semanas após sair de lá comecei a trabalhar com vendas em uma agência de viagens. Durante os quase dois anos em que trabalhei lá tive a oportunidade de conhecer Caldas Novas, Maceió e também de me hospedar em alguns resorts na Bahia. Todas essas viagens foram a trabalho, com o objetivo de conhecer cada um destes destinos em seus detalhes para prestar uma melhor consultoria aos clientes daquela agência. Nesse tempo também tive a oportunidade de fazer a minha primeira viagem ao exterior, mas desta vez uma viagem de férias. Conheci pela primeira vez Buenos Aires, capital da Argentina. Sem dúvidas uma viagem memorável por toda experiência que me proporcionou, de sair do país pela primeira vez, ter contato com uma cultura diferente e principalmente porque foi a partir daí que de fato os meus sonhos de viagens começaram a sair do papel.


Buenos Aires (2013)

Muitas vezes a maior dificuldade que temos é de dar o primeiro passo em direção aos nossos sonhos. A vida não era nada fácil naquela época e continua não sendo. Eu ajudava a minha mãe com as contas de casa e meu orçamento era bastante limitado. Hoje sou casado, as responsabilidades se multiplicaram e os boletos também (risos). O que de fato falta é a coragem e principalmente acreditar que com um bom planejamento, foco e muita disposição tudo pode dar certo.


Não perdi mais tempo e o antigo sonho de conhecer Curitiba foi realizado logo em abril de 2014, três meses após o início da Síntese Turismo. E não parou por aí. Ao longo destes últimos anos foram muitas viagens para lugares onde nunca imaginei que poderia ir algum dia. Em janeiro de 2015 conheci Santiago e outras cidades nos arredores no Chile. Exatos um ano depois foi a vez de conhecer Gramado e seus arredores nas Serras Gaúchas. E alguns meses depois, em agosto de 2016 realizei a minha viagem de lua de mel, onde voltei a Buenos Aires após três anos e também tive a oportunidade de realizar um dos meus maiores sonhos de vida conhecendo Ushuaia, a cidade localizada mais ao sul do planeta. Um lugar magnífico, com passeios incríveis e mais do que isso: Lembra que no início deste texto eu disse que o meu maior sonho é conhecer lugares geograficamente remotos? Pois bem, este foi o primeiro destino!


Divisa entre Argentina e Chile - Parque Nacional Terra do Fogo, Ushuaia (2016)

A medida que novas oportunidades foram surgindo, novos destinos foram acrescentados na minha bagagem da vida. Como um agente de viagens, mais do que nunca vejo como essencial sempre estar conhecendo novos lugares, não somente pela experiência que cada um deles pode proporcionar, mas também por todo conhecimento bônus que me é acrescentado e posso transmitir aos meus clientes em uma consultoria de viagens. Em 2017 e 2018 foram viagens nacionais para Balneário Camboriú, Maragogi, Gramado (desta vez fui levar a minha esposa para conhecer), Foz do Iguaçu e Porto Seguro. E no ano passado (2019) mais um sonho realizado: Uma incrível viagem com duração de três semanas para a Europa onde conheci Portugal, Paris (França), Estocolmo (Suécia), Oslo (Noruega) e a Islândia. Uma viagem onde misturei dois dos destinos que tenho maior procura na Europa (Portugal e Paris) e os outros três, bom, é isso mesmo (risos), a coragem e o coração fizeram uma escolha meticulosa. Mais um grande sonho de viagem realizado! Exatos um ano se passou e ainda me emociono fortemente por ter conhecido estes destinos, inclusive Portugal e Paris que me surpreenderam de forma muito positiva. Com certeza voltaria em cada um destes lugares!


Estocolmo, Suécia (2019)

Toda viagem tem seu lugar especial e não necessariamente a mais cara será a melhor. Eu tenho a convicção de que todo ser humano deveria viajar pelo menos uma vez por ano. Não importa o destino, se é ou não a primeira vez lá, o mais importante é "mudar a roupa da alma", como diria o poeta Mário Quintana. De toda forma é sempre bom também ficar atento as oportunidades, pois elas podem nunca mais aparecer novamente. É sempre bom estar aberto para conhecer novos lugares, mesmo aqueles que você não tem muita vontade de conhecer.


Muitas das viagens que fiz, inicialmente eu não tinha muita vontade de conhecer, aliás, na minha mais recente viagem, feita em agosto do ano passado, conheci Israel. A passagem aérea havia sido comprada com quase um ano de antecedência em uma promoção extremamente surreal de uma companhia aérea. A oportunidade apareceu e não pensei duas vezes. A minha vontade de conhecer Israel era realmente muito pequena, a ponto de um dia antes da viagem eu estar completamente desanimado e sem vontade nenhuma de ir. Mas não recuei, mantive o foco e viajei. No final das contas me surpreendi tanto positivamente com o país e sua infinidade de belezas naturais, suas lindas praias com águas mornas e limpas, o mar morto, as cidades e locais históricos que nos faz voltar aos tempos bíblicos, a moderna e agitada cidade de Tel Aviv, entre infinitos outros aspectos que me faz afirmar com toda certeza que foi uma das melhores viagens que fiz na minha vida.


Muro das Lamentações, Jerusalém (2019)

E você, já pensou em tirar os seus sonhos do papel?





53 visualizações

Receba nossas novidades por e-mail

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

© 2019 Todos os direitos reservados